O Hospital St. Louis • Destaques

Protocoloufe / Estudo Científico sobre gravidez após Embolização

Evidência antes deste estudo / Evidence before this study

Foram pesquisados na ​​PubMed 1994-2004 os termos de pesquisa ( uterino mioma * OU fibroma uterino * OU fibromioma uterino * OU adenomiose ) e ( miomectomia ou embolização ) e gravidez. As taxas de gravidez após a embolização dos miomas uterinos ( UFE ) têm sido relatados em alguns casos num pequeno número de pacientes ( a maior série teve 108 pacientes ) .
A maioria dos relatórios estimou a taxa de gravidez após UFE entre 50 e 60%

We searched PubMed from 1994 to 2004 with the search terms (uterine fibroid* OR uterine fibroma* OR uterine fibromyoma* OR adenomyosis) AND (myomectomy OR embolization) AND pregnancy. Pregnancy rates after uterine fibroid embolization (UFE) have been reported in a few case series with a small number of patients (the largest series had 108 patients). Most reports estimated the pregnancy rate after UFE between 50 and 60%.

Mais valias do estudo / Added value of this study

A probabilidade de uma gravidez bem sucedida após uma UFE é baixa e com uma elevada taxa de complicações.
Uma embolização completa dos vasos fibróides uterinos pode causar uma embolização não-alvo dos vasos ovarianos e endométrio, podendo consequentemente vir a comprometer futuras gestações.
Assim sendo, começámos a realizar UFE parcial em mulheres que queriam engravidar. Num grupo de 359 mulheres , a taxa de gravidez espontânea foi de 40,1 % e a taxa de nados vivos foi de 36,7 % de 2 anos após o procedimento.
A taxa de complicações parece ser semelhante ao gestações normais .

The likelihood of a successful pregnancy following UFE is low with a high complications rate. Complete embolization of uterine fibroid vessels may cause nontarget embolization of the ovarian and endometrium vessels, with consequent compromise of future pregnancies. Therefore, we started to perform partial UFE in women who wanted to conceive. In a cohort of 359 women, the spontaneous pregnancy rate was 40.1% and the live birth rate was 36.7% 2 years after the procedure. The complications rate seems to be similar to normal pregnancies.

Implicações das evidências disponíveis / Implications of all the available evidence

Para as mulheres com miomas uterinos que desejem conceber, UFE é um tratamento potencialmente viável, mesmo que anteriormente tenham existido miomectomia ou em tentativas de fertilização in vitro falhadas. UFE parcial pode ser associada a melhores taxas de fertilidade , maior probabilidade de uma gravidez bem sucedida com um nado vivo e com a taxa de complicações menores . A evidência apresentada neste estudo é de um grau que justifica a realização de ensaios clínicos randomizados de UFE parcial contra total de UFE e contra miomectomia .

In women with uterine fibroids who wish to conceive, UFE is a potentially feasible treatment, even for those who previously had failed myomectomy or in vitro fertilization attempts. Partial UFE may be associated with better fertility rates, greater likelihood of a successful pregnancy with a live birth and with lower complications rate. The evidence presented in this study is of a degree that justifies the conduct of randomized controlled trials of partial UFE versus total UFE and versus myomectomy.

 

Informações sobre o Estudo / Informations about the study

Screen Shot 04-08-16